Passo o ponto: entenda como funciona

Aceitar o passo o ponto de um bar, restaurante ou lanchonete pode ser uma boa ou péssima ideia, isto depende de muitas variáveis.

Essa decisão de pagar uma quantia em dinheiro para explorar um negócio já estabelecido e com um portfólio consolidado de clientes é uma tentação para muitos empreendedores que procuram uma saída profissional rápida, mas tenha cuidado, nem tudo que reluz é ouro.

Principais detalhes para passar o ponto

Antes de considerar a passo o ponto de um bar, café ou restaurante, devemos esclarecer qualquer dúvida que tenha sobre esse tipo de passo o ponto:

O passo o ponto RJ de uma empresa consiste na transferência do direito de realizar uma determinada atividade em instalações alugadas ou próprias em troca de uma certa quantia de dinheiro e, às vezes, um pagamento mensal acordado por ambas as partes.

Passando o ponto de um bar, restaurante, cafeteria, pizzaria, lanchonete, etc., o titular da licença para abrir uma empresa em operação transfere seus direitos a outra pessoa, empresa ou profissional independente.

Mesmo que o proprietário do bar, restaurante ou lanchonete lhe conceda a licença de abertura, você deve ir à prefeitura local para processar a troca de titular da referida licença. Caso contrário, você poderá ter sérios problemas administrativos no futuro.

No passo o ponto SP, o equipamento completo da empresa geralmente é transferido, como máquinas de cozinha industrial, eletrodomésticos, móveis de interior e exterior, etc.

Essa transferência completa de uma empresa em execução é o que mais interessa a um empreendedor autônomo, pois pode economizar em equipamentos e móveis desde cozinhas, exaustores, cafeteiras, etc., em boas condições.

Com o passo o ponto de um bar, as dívidas e arquivos abertos devido a ruído excessivo, reclamações de clientes ou vizinhos, etc. também são transferidos.

Assim, antes do momento da assinatura, exija que o proprietário anterior do passo o ponto forneça a você um certificado por escrito de que está regular com os pagamentos de impostos, com os tributos de seus garçons e cozinheiros da Previdência Social, etc.

Além disso, se você for comprar as instalações, verifique se não há dívidas pendentes com multas não pagas, etc.

Se a pessoa que transfere o bar para você ocupa as instalações pagando aluguel, o proprietário desse imóvel pode aumentar esse aluguel.

Vantagens de tomar o passo o ponto de um bar, lanchonetes etc.

Tomar o passo o ponto de um bar, restaurante etc. já estabelecido, equipado e funcionando tem vantagens importantes para um empresário independente.

Uma das vantagens mais importantes é que, a princípio, devemos economizar muito dinheiro para equipar. Ao adotar esse negócio poderemos começar a trabalhar quase desde o primeiro dia.

Um dos principais problemas de um novo bar, restaurante ou cafeteria é conseguir que os primeiros clientes entrem no negócio. Essa dificuldade não existe em um bar em pleno funcionamento, uma empresa ao longo da vida que já tem seus clientes fiéis que estão acostumados a tomar café da manhã, almoço, jantar ou tomar uma bebida no bar de sempre.

Gostou desse artigo? Leia mais no blog!

1 thought on “Passo o ponto: entenda como funciona”

  1. Hello! I just would like to give a huge thumbs up for the great info you have here on this post. I will be coming back to your blog for more soon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *